Agência de Notícias
Em uma cerimônia realizada na tarde desta segunda-feira (24) no Palácio Farroupilha, o presidente da Assembleia Legislativa, Gabriel Souza (MDB), entregou ao governador Eduardo Leite uma cópia do livro "A Retomada Baseada em Evidências", que reúne os resultados do projeto "O RS Pós-Pandemia", desenvolvido pelo parlamento gaúcho em 2021. A obra apresenta uma compilação dos cinco seminários e das quatro pesquisas de opinião públicas realizadas no decorrer do ano, com o propósito de conhecer as alterações provocadas pela pandemia no estado e construir soluções por meio de ações emergenciais legislativas e políticas públicas para a retomada da normalidade.

Gabriel Souza afirmou que, apesar da tradição gaúcha de disputas políticas acirradas, o Rio Grande do Sul fez a “revolução do diálogo, da harmonia e das construções coletivas” no último período. “Nem sempre foi assim. Mesmo num passado recente, tivemos momentos mais acirrados, mas estamos construindo um novo paradigma em que a harmonia entre os poderes está produzindo resultados positivos para a sociedade”, ressaltou.

O presidente do Legislativo lembrou, no entanto, que as divergências não foram silenciadas, mas que as suas manifestações ocorrem num ambiente de diálogo e respeito. Como exemplos dos resultados da relação harmônica entre os poderes, ele citou o "Programa Cirurgia Mais", lançado pelo governo para reduzir a fila de espera que aumentou durante a pandemia e o Programa Jovem Aprendiz, ainda em construção, que tem como objetivo atingir a geração que não frequenta a escola e nem está inserida no mercado de trabalho.

Portfólio de soluções
O governador declarou que o emedebista encerra sua gestão a frente do parlamento “entregando o que se propôs”, ou seja, “o exercício da democracia de forma ativa e interativa”, apesar de todas as dificuldades de interação impostas pela pandemia. “A tecnologia permitiu a aproximação com a população, contribuindo para o conhecimento da realidade e para a busca de evidências científicas para a construção  de  políticas públicas”, enfatizou.

Eduardo Leite considera que a obra  "A Retomada Baseada em Evidências" é um “portfólio de soluções”,  que poderá funcionar como uma bússola tanto para os atuais gestores quanto para quem postula um cargo eletivo nas eleições deste ano. “Argumentos técnicos ajudam a construir soluções objetivas e convergências. É um material obrigatório para quem quiser debater o futuro do Rio Grande do Sul com base numa realidade apurada de forma científica”, apontou.

O evento desta segunda-feira, que marcou a conclusão do projeto "O RS Pós-Pandemia", foi o último da gestão de Gabriel Souza, que se encerra dia 31 de janeiro, quando Valdeci Oliveira (PT) assume a presidência da Assembleia Legislativa.