Agência de Notícias

Os deputados que integram a Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia da Asembleia Legislativa ouviram, na manhã desta terça-feira (28) a secretária estadual de Educação, Raquel Teixeira, expor os resultados da avaliação diagnóstica aplicada em março de 2022 junto aos alunos da 5ª série do ensino fundamental e do último ano do ensino médio. Além disso, ela apresentou informações sobre realização de concurso público para professores e evasão escolar na rede estadual de ensino. Em data a ser agendada, a titular da pasta voltará para debater com os deputados os dados e referências retradadas. A reunião foi conduzida pelo deputado Beto Fantinel (MDB), presidente do Colegiado.

A secretária considerou lamentável os resultados da avaliação formativa diagnóstica aplicada em março de 2022 nos alunos da rede de ensino do RS. Conforme Raquel Teixeira, 27% dos alunos da 5ª série do ensino fundamental, em língua portuguesa, estão abaixo do básico e 33% estão no nível avançado. Já em matémática a situação msotra que 43% estão abaixo do nível básico. O problema ainda é maior no 9º ano do ensino fundametal, 80% abaixo e na terceira série do ensino médio, com 92%, abaixo do básico. Neste ano, os conhecimentos adequado e avançado não chegam a 4%. "Isso significa que os alunos do 3º ano estão saindo da escola com o nível de matemática de 6ª, 7ª série, ou seja, raciocínio lógico, dedutível e abstrato, não existem. Isso é quadro muito assustador", qualificou. 

Raquel Teixeira disse que os caminhos para a recuperação da defasagem de aprendizagem dos alunos passam por aumento da carga horária para português e matemática, os programas Aprende Mais, A Escolha Certa e Bolsa de Permanência.

A secretária comunicou que em juilho deve ser publicado o edital para contratação de 1.500 mil professores. Ela falou ainda sobre transportes escolar, evasão escolar e busca ativa, que chega a 14,3% na segunda série do Ensino Médio. "Ao mesmo tempo, tivemos 60 mil novas matrículas nas escolas públicas", contou.

As deputadas Sofia Cavedon (PT) e Luciana Genro (PSol) e o deputado Fernando Marroni (PT) questionaram a secretária.

Ordem do Dia

No período da Ordem do Dia, os parlamentares aprovaram o parecer favorável da deputada Luciana Genro ao projeto de lei (PL) 376/2021, da deputada Sofia Cavedon, que declara como de relevante interesse cultural a “Cultura Hip-Hop” em todas as suas manifestações no Estado do RS. Na próxima reunião ordinária do Colegiado o PL volta para deliberação conclusiva

O parecer contrário da deputada Sofia Cavedon ao PL 265/2020, do deputado Mateus Wesp (PSDB), que estabelece a obrigatoriedade do ensino da norma culta da Língua Portuguesa nos estabelecimentos de ensino do Estado do RS, teve sua tamitação interrompida pelo pedido de vista da deputada Luciana Genro. O projeto volta à pauta na próxima reunião ordinária.

Por acordo, os demais itens da pauta da Ordem do Dia passam para a próxima reunião ordinária do Colegiado.

Participação
Participaram da reunião as deputadas Kelly Moraes (PL) Luciana Genro (PSol), Silvana Covatti (PP) e Sofia Cavedon (PT), e os deputados Beto Fantinel (MDB), presidente, Fábio Ostermann (NOVO), Fernando Marroni (PT), Gaúcho da Geral (PSD), Juvir Costella (MDB), Luiz Marenco (PDT) e Neri, o Carteiro (PSDB).