Agência de Notícias

Os 110 anos do Recreio da Juventude foram o tema do Grande Expediente da Sessão Plenária, nesta terça-feira (16), no Plenário 20 de Setembro. O deputado Neri, o Carteiro (PSDB), prestou a homenagem ao clube, falando da sua “história de honra e orgulho da identidade cultural e social de Caxias do Sul”. Citou que a entidade social conta com mais de 700 atletas em diferentes categorias, defendendo e honrando o brasão do clube em competições realizadas no país e também em nível internacional. 

Conforme Neri, o Carteiro, o clube tornou-se fundamental para a comunidade caxiense por ininterruptamente proporcionar a milhares de pessoas, com qualidade singular, aquilo que estabelece sua missão institucional, que é a promoção do bem-estar das pessoas através de atividades sociais, culturais, esportivas e de lazer. Ressaltou que se trata de um dos clubes mais antigos do estado e que atuou focado na qualidade de vida e integração das pessoas. 

“A trajetória teve início em 28 de dezembro de 1912, quando um grupo de 29 jovens, sob a luz de um lampião em um sobrado no centro da recém-criada cidade de Caxias, assinou a ata de fundação do Recreio da Juventude, dando início a uma história inspiradora, de muito trabalho, dedicação e sucesso regional, estadual e nacional”. A fundação começou com o propósito do convívio social entre os jovens, tendo como foco a prática do futebol amador, conforme lembrou o parlamentar.

Ao longo da trajetória, o clube transformou-se em parte inseparável da história caxiense, consolidando-se como maior clube social da cidade e destaque entre as melhores instituições sociais do estado, acrescentou o deputado.  “Sua importância alcança o cenário nacional, tendo sido reconhecido por quatro anos consecutivos como um dos 100 melhores clubes do Brasil pelo Comitê Brasileiro de Clubes”, frisou Neri, o Carteiro. E neste ano o Recreio da Juventude foi inserido no calendário mundial por ter sido sede das disputas de natação, judô e tênis da 24ª edição das Surdolimpíadas.

Na área cultural, o clube proporcionou diversas atrações de nível nacional na Serra. Atualmente mantém o projeto Terça Cult, aberto à comunidade. Também oferece aulas de ballet, canto, coral, violão e guitarra na nova Sala Multicultural da sede social. “O investimento no esporte, cultura, entretenimento e qualidade de vida resulta, atualmente, em um fluxo médio diário de dois mil sócios nas sedes do Recreio da Juventude, assegurando um índice de participação contínua de altíssimo nível, superior a 20% do quadro societário”, relatou Neri. 

TRAJETÓRIA
“Um longo caminho de trabalho, empenho e determinação foi percorrido pelas diretorias e associados até a estruturação das atuais sedes social e campestres”, prosseguiu o parlamentar. Atualmente, ponderou, o clube é destaque nacional pelos resultados no esporte, estando envolvido no desenvolvimento de atletas olímpicos.

A primeira sede própria da entidade foi construída em 1918. Posteriormente o clube se instalou no imóvel do atual Círculo Operário Caxiense, onde foi realizada a primeira Festa da Uva, em 1931. Nos anos 20, o clube realizou a construção do Cinema Central, cuja sala de projeção foi instituída em 1928, tornando-se uma das principais casas de espetáculos da cidade. Estão tombados pelo Patrimônio Histórico e Cultural de Caxias do Sul os prédios do Círculo Operário e do Cine Central. 

O deputado lembrou que entre os anos de 1946 e 1947 foi adquirido o terreno na Rua Pinheiro Machado, com a finalidade de construir uma moderna sede, a qual foi inaugurada em 1955. Já o terreno para instalação da sede campestre foi adquirido em 1958, numa área de 29 hectares. 

Na Sede Juventude estão alocados os departamentos de basquete, futebol, futsal, ginástica artística, handebol, judô, natação, padel, tênis e voleibol. Também foi instalada uma academia de ginástica para os associados. E o clube possui o Departamento de Badminton.

Em 2011, a entidade incorporou o patrimônio de outro importante clube de Caxias do Sul, o Recreio Guarany. A reabertura para os associados ocorreu em 2017. A área é de 38,5 mil metros quadrados, na qual há churrasqueiras, quadras de esportes, academia e complexo aquático. “É uma das estruturas mais modernas do país, apta a sediar competições estaduais, nacionais e internacionais”, observou Neri, o Carteiro.

“Além de servir aos mais de 19 mil associados do Recreio da Juventude, as duas sedes campestres também recebem competições esportivas nacionais e internacionais, auxiliando no movimento da economia e do turismo da Serra gaúcha. O esporte, aliás, hoje é um dos grandes alicerces do sucesso. O clube possui estrutura completa para treinamentos, competições, formação e desenvolvimento de atletas em 11 modalidades olímpicas”, completou. 

Participaram o presidente do Conselho Deliberativo do Recreio da Juventude de Caxias do Sul, Cristiano Branchieri Escola; o vice-presidente Social do Clube, Aurélio Dalla Rosa Marques e outros.  Em aparte falaram os deputados Pepe Vargas (PT), Carlos Búrigo (MDB), Tenente-coronel Zucco (Republicanos) e Zilá Breitenbach (PSDB). O presidente da Assembleia Legislativa, Valdeci Oliveira (PT), também parabenizou a entidade, durante a condução da Sessão Plenária.